Fim do DPVAT? Saiba quais os impostos veiculares continuam obrigatórios

Todos os anos, o proprietário de veículos precisa cumprir com alguns valores obrigatórios e um deles é o DPVAT. Mas será que esse benefício chegou mesmo ao fim? Para entender melhor como funcionará o seguro de veículos a partir de agora e quais taxas ainda estarão sendo cobradas, confira as informações a seguir:

O que é o DPVAT?

A sigla DPVAT é referente ao seguro para Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres e é um seguro obrigatório, sendo um direito de todo e qualquer motorista que cumpre com a taxa. Este é um dos únicos seguros que promove assistência para todas as pessoas envolvidas em um situação de trânsito, desde o motorista aos pedestres.

A taxa do DPVAT é muito mais em conta do que as taxas de aquisição para contratar um seguro privado e por isso, muitas pessoas dependiam dele.

O DPVAT ainda vai existir?

Recentemente, o Presidente Jair Bolsonaro, que já anunciou diversos cortes em seu Governo, divulgou o fim do seguro DPVAT para os brasileiros. Por isso, quem contava com o seguro obrigatório precisará encontrar novas opções de assistência através do serviço privado.

Mas vale a pena ressaltar que outros valores estarão funcionando da mesma forma. Veja a seguir, os impostos obrigatórios que o proprietário de veículos no Brasil ainda precisa cumprir.

CRLV

O CRLV, Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos, ou Licenciamento, como é chamado, representa uma taxa anual responsável por garantir a aptidão do veículo para circular legalmente nas ruas e avenidas.

Quem está se perguntando se o Licenciamento 2020 ainda vai existir, vale a pena lembrar que o pagamento da taxa continua sendo obrigatório para todos os motoristas e não cumprir com ele, pode gerar várias consequências.

Não cumprir a taxa gera cobrança de multas, assim como acréscimo de juros para a dívida total. Além disso, impede que o motorista possa estar retirando o documento que garante a aptidão do veículo para circular.

O documento é de porte obrigatório, por isso, é importante estar atento aos prazos de pagamento e cumprir com o valor junto ao Detran.

IPVA

O Licenciamento possui uma taxa única de pagamento para todo o Brasil, o que nem acontece com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O IPVA é um imposto estadual e por isso, é diferente para alguns estados do país.

Regiões como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro representam alguns dos impostos para veículos mais caros do país, sendo equivalente a 4% do valor original do veículo. O valor continuará sendo obrigatório para os brasileiros.